terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Diário de uma mulher negra


Mas negro sofre nesse mundo né? Porque isso? Porque não podiamos ser todos da mesma cor?

Gente é assim, eu fui a uma papelaria para comprar alguns clips, mas o lugar estava lotado, mas era só anotar no papel o preço pra eu ir la no caixa pagar.
Eu fiquei quase 1 hora esperando, chamei um rapaz que estava desocupado, ai eu falei pra ele: "você pode me atender? E ele falou: "perai".
Ai saiu lá pra frente levando alguns cadernos e voltou, ai eu pensei "agora ele vai me atender né?"
Mas não, passou direto e eu ainda chamei, nem me ouviu.
Depois eu falei com outro e ele disse: "perai".
Eu boba de mais esperei, ai ele passava por mim e me olhava com cara de desprezo, como se dissesse: não vou atender preto né.
Eu fiquei com tanta raiva , que chamei uma funcionaria, e falei pra ela: "ja faz quase 1 hora que estou esperando , ja falei com 4 pessoas e ninguem quis me atender."
Nossa, eu acho que eles pensam que só porque eu era negra tinha que me tratar de qualquer jeito, pois havia uma mulher "branca, loira", que chegou la, chamou e rapidinho eles a antenderam. E eu lá feito boba, esperando.
Já e a segunda vez que eu vou nessa papelaria e eles me olham torto, uma vez fui lá ver uns ficharios, quando olhei para tras um funcionário estava me olhando de cara feia, como se eu fosse roubar.
Nessa hora eu nunca que queria ser negra. Não sei porque tiveram que inventar negros. podia ser todo mundo da mesma cor, acho que ai não tinha preconceito né? Vocês não acham?

Puxa, nesse mundo negro não vai pra frente mesmo, só por milagre.
Minha tia, falava pra mim: "estuda porque nos dessa cor não conseguimos muito", mas ai eu pergunto o que que adianta nós nos matarmos de estudar se chega lá na frente eles não nos dão oportunidade por sermos negros?

Autora: Carpediem 

Este é um depoimento verídico de uma mulher negra que enfrentou uma situação em que foi posta à prova por causa da cor da sua pele. Infelizmente ainda temos que enfrentar episódios como este de pessoas ignorantes e pobres de espítito. Mas a questão aqui é preocupante em razão de que ela sente-se inferior por ser negra que chega a perguntar poruqe existem negros.
Mas uma vez eu pergunto, que influência tem a cor da pele na capacidade intelectual das pessoas, ou o que as torna direfentes?
Os negros não podem se deixar inferiorizar e desprezar a sua cor, que é linda, por causa de situações como está, e sim procurar os seus direitos de cidadão. Racismo é crime inafiançável.
O problema é que muitos ainda não gostam da sua cor e não se assumem como são. E em relação ao estudo, que Carpediem menciona que não temos oportuniddes, ele é importante sim, pois é desta forma que adquirimos conhecimento e aprendemos a ser críticos e a conquistar o nosso espaço. A oportunidade quem cria somos nós mesmos e isso se faz com determinação e coragem.
Eu sou negra e já fui muito discriminada, e digo que a discriminação maior é de nos conformarmos com a situação e aceitarmos de forma passiva as condições propostas de que somos inferiores.
Isso NUNCA!

Um comentário:

  1. Este blog é uma representação exata de competências. Eu gosto da sua recomendação. Um grande conceito que reflete os pensamentos do escritor. Consultoria RH

    ResponderExcluir